Receita – creme de confeiteiro ou pâtissière

Estive pensando… Escrevi para vocês sobre as diferentes variedades de açúcares, contei para que tipo de receitas são ideais, fiz a maior propaganda da fava de baunilha. Então, nada mais justo do que compartilhar com vocês uma deliciosa receita que leva esses dois ingredientes.

Você pode até dizer: “mas quando eu compro algum doce com creme de confeiteiro ele não vem com aqueles grãozinhos pretinhos da fava de baunilha?”

Muito simples: ele não é feito com fava de baunilha. Aliás, muito provavelmente, não é feito nem com o extrato da baunilha e sim com uma essência. Além, é claro, de outros produtos como corantes e conservantes, uma vez que é um creme extremamente perecível em função das gemas (o ideal é fazer a receita para consumo imediato, pois sua conservação em geladeira é de 12 horas, após esse período já perde qualidade).

Sem dúvida vale muito a pena fazer essa receita em casa, pois o sabor e a qualidade são muito superiores, ela é muito simples de ser feita, além de ser muito versátil, servindo para o preparo de diversos doces, como Mil Folhas, Eclairs e Carolinas.

Bom, vale lembrar que para o sucesso de uma receita, seja ela qual for, é imprescindível a escolha de ingredientes de qualidade; e por favor, sempre que uma receita pedir manteiga, USE MANTEIGA. Faz muita diferença. Mas isso já assunto para um próximo dia… rs.

Então vamos lá, para 500g de creme, você irá precisar de:

Ingredientes

1 e ½ fava de baunilha
30g de maisena
80g de açúcar
350ml de leite integral
4 gemas
35g de manteiga em temperatura ambiente

Preparo

Abra as favas, raspe as sementes e as coloque junto com as favas numa panela com fundo grosso.

Coloque junto nessa panela, metade do açúcar e o leite misturando tudo com um fouet (batedor de arames), deixe essa mistura ferver sem parar de mexer.

Em outra tigela, misture as gemas com o restante do açúcar, até ficarem mais fofas e claras.

Coloque um pouquinho do leite fervido nessa mistura de gemas com o açúcar (pouco mesmo, somente para temperar as gemas, pois não queremos que elas fiquem duras e cozidas como em ovos mexidos), mexendo sempre.

Coloque essa mistura de volta na panela do leite e continue mexendo para cozinhar; quando levantar fervura, retire as favas (não descarte, você pode lavá-las para fazer um açúcar baunilhado – receitinha que já contei para vocês), desligue o fogo e transfira o creme para um recipiente, coloque-o num bowl com gelo.

Quando o creme amornar (por volta de 50 graus) misture a manteiga energicamente para dissolver tudo.

Está pronto para usar depois de frio. E fica delicioso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.