Butterfly House Bahia

Sabe aquela velha história “queria tanto largar tudo e abrir uma pousada na beira da praia”? Pois é, assim começou a história do Butterfly House Bahia.

Praia em frente à pousada

Praia em frente à pousada

Chloe Gibbs, uma enfermeira inglesa, chegou em casa cansada depois de mais um dia de trabalho e resolveu apostar seu destino jogando um amendoim no mapa que estava em sua mesa. A regra era “onde cair eu me mudo”. Caiu em Maraú, Bahia. Em pouco tempo Chloe já estava em terras tupiniquins e com o seu projeto da pousada em andamento.

Hoje, 4 anos depois de sua abertura, a pousada Butterfly House Bahia é uma ótima pedida para quem busca contato com a natureza e sossego.

Isolada de tudo e de todos, bangalôs no meio da Mata Atlântica e praia deserta com um mar que só a Bahia pode proporcionar. Este foi o cenário escolhido por mim e pelo namorado para passarmos 1 semana desconectados.

Entrada do nosso bangalô

Entrada do nosso bangalô

Redes pela pousada

Redes pela pousada

Área da piscina

Área da piscina

É bom deixar claro que para chegar até o destino final, leva tempo. Nós pegamos um vôo de São Paulo para Ilhéus e depois um transfer até a pousada. Este transfer é feito em carro comum e apesar da distância ser em torno de 120 km, leva quase 2,5 horas. Boa parte do caminho é feito em estrada de terra.

Mas era exatamente isso que queríamos, um lugar bem afastado, onde a única decisão fosse “vamos para praia ou para piscina?

Infelizmente, tivemos um transtorno com a Gol, mas isso é história para outro post, e acabamos chegando na pousada quase 3h da manhã. Fomos direto para nosso bangalô, onde encontramos lanche e frutas nos esperando. Confesso que esta comidinha foi fantástica, pois estávamos morrendo de fome.

FullSizeRender

Lanchinho esperando a gente 3h da manhã

Ficamos hospedados no bangalô Quimera, um dos quatro bangalôs vips da pousada. O quarto é uma graça, super espaçoso e bem decorado. Porém, não recomendaria ficar exatamente neste bangalô. A divisão do box é feita por bambus, lindo, mas pouco prático. Quando tomamos banho, vaza água por todo lado e acaba sendo bem desagradável. Mas eu visitei os outros bangalôs desta mesma categoria e observei que a parte do chuveiro é diferente e que não vaza água. Então, minha dica é pegar um desses outros.

Entrada do nosso bangalô

Quarto

Quarto

Banheiro

Banheiro

Banheiro

Banheiro

No dia seguinte acordamos e fomos dar uma olhada no local. A pousada possui piscina, restaurante e bar da praia, lugar que mais ficamos. O clima geral do Butterfly House Bahia e atendimento são bem informais. O luxo aqui está totalmente na natureza.

Bar da piscina

Bar da piscina

Piscina

Piscina

Descanso com vista para o mar

Descanso com vista para o mar

butterfly

Área do bar da praia

O café da manhã é servido na mesa. Sempre tem uma seleção de frutas, uma cesta de pães e você pode pedir tapioca, omelete, ovos, sucos… Os itens servidos mudam diariamente.

Seleção de frutas

Seleção de frutas

Tapioca de queijo, minha favorita

Tapioca de queijo, minha favorita

Opções de pedido para o café da manhã

Opções de pedido para o café da manhã

Butterfly

Vista do restaurante

Durante o dia é possível pedir os itens do cardápio no bar da praia ou da piscina. E a noite, o restaurante está aberto para o jantar. O cardápio é o mesmo, mas servido no restaurante.

Minha sugestão é não deixar de experimentar os bolinhos de acarajé gourmet com camarão defumado, vatapá e caruru. Um dos melhores itens que comi durante nossa estadia. O bobó de camarão também é uma ótima pedida, só achei estranho que vem sem farofa, mas é gostoso.

Bolinhos de acarajé

Bolinhos de acarajé

Bobó de camarão

Bobó de camarão

Camarão na crosta de tapioca crocante, acompanha molho maionese com ervas

Camarão na crosta de tapioca crocante, acompanha molho maionese com ervas

Água de coco para refrescar

Água de coco para refrescar

Quem não aguenta ficar muito tempo sem fazer nada, pode optar por alguma das atividades da região: mergulho, passeio pelas ilhas, cachoeira do Tremembé, passeio por trilhas… Essas atividades são terceirizadas pelo Butterfly House Bahia, portanto para uma mesma atividade pode haver diferença de valores. Então, é sempre bom ter certeza de todos os fornecedores e valores. Ah! Mesmo as atividades não sendo da pousada, eles cobram uma taxa de intermediação de 10% nos valores das atividades.

Acabamos optando por um passeio de quadriciclo e fomos até Taipu de Fora, nas piscinas naturais. É um passeio divertido e acho que vale a pena fazer.

Passeio de quadriciclo

Passeio de quadriciclo

Lagoa Azul, durante o passeio de quadriciclo

Lagoa Azul, durante o passeio de quadriciclo

E por último, mas não menos importante, é bom falar que devido a localização da pousada, telefone algum funciona por ali. Inclusive o do próprio hotel. Por outro lado, a internet wifi funciona muito bem.

Pôr do sol, um espetáculo diário

Pôr do sol, um espetáculo diário

 

Para mais informações sobre a pousada e reservas, clique aqui.

 

*Nossa visita ao Butterfly House Bahia contou o apoio de hospedagem da pousada. Minha visita ocorreu em fevereiro de 2016.

 

 

Como Chegar
Você pode chegar ao Butterfly House Bahia via transfer terrestre, saindo de Ilhéus; transporte aéreo saindo de Salvador, em avião bimotor, com pouso em pista cerca de 15 minutos do hotel; ou via transfer marítimo saindo de Camamu.

Eu optei pelo transporte terrestre. Peguei um vôo de São Paulo para Ilhéus, onde tinha um transfer nos esperando. Este transfer foi fechado com a própria pousada e ficou R$ 700,00 (Ilhéus – Pousada – Ilhéus).

Este percurso dura em torno de 2h / 2,5h. Boa parte do caminho é feito em estrada de terra.

Quem preferir negociar o valor direto com o motorista do transfer, a pessoa que nos levou é o Aldair Oliveira (73) 98141-6871 | (73) 99967-9675. Ele tem whatsapp.

Melhor época para vistar
Os valores na baixa temporada, a partir de março, são melhores, mas existe uma possibilidade maior de chuva.

Durante a alta temporada, dezembro, janeiro e fevereiro, os valores são mais altos e o local fica lotado.

Dicas extras
1. A pousada Butterfly House Bahia é afastada de tudo, então, se quiser dar uma volta pela região, considere o aluguel de um carro ou quadriciclo. Alugamos um quadriciclo por R$ 350,00 o dia.

2. Leve dinheiro em espécie. A maioria dos estabelecimentos aceitam cartão de crédito e débito, porém o fraco acesso às redes locais pode ser um empecilho. Na Península de Maraú não existe caixa eletrônico.

3. O sinal de celular é bem ruim e praticamente não pega. Porém, a pousada possui uma boa internet wi-fi.

4. Leve repelente.

5. Leve remédios. Como a pousada fica realmente isolada o acesso a qualquer item é mais complicado. Portanto, é melhor se previnir.

6. O Butterfly House Bahia possui sistema de day use.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *